.

.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Senadores defendem derrubada do veto de Dilma à correção de 6,5% do IR

Numa Demonstração de Que o Palácio do Planalto Dificuldades enfrenta nenhuma Congresso e Que São Grandes como chances de Ser derrotado na Próxima semana, Senadores de Diferentes Partidos defenderam Nesta quarta-feira, na Sessão do Senado, a derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff à Rectificação de 6,5% da Tabela do Imposto de Renda (IR) na fonte em 2015. 

O Líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), Disse Que ELE OS e Senadores do partido votarão Pará derrubar o veto. ATE MESMO o senador petista Paulo Paim (RS) defendeu a Rectificação de 6,5%, afirmando Que o voto Será, Aberto e quem, ISSO POR, Ficara Mais Fácil a derrubada do veto presidencial.

Bancada sindical é reduzida e preocupa trabalhadores

Com a menor bancada sindical no Congresso Nacional desde 1988, quando 44 sindicalistas compunham a representação no Legislativo, segundo levantamento do Sindicato de Servidores Públicos Federais (Sindsep), trabalhadores temem o retrocesso de direitos adquiridos ao longo dos últimos anos.

O número de representantes da categoria no Legislativo caiu pela metade, de acordo com os resultados das urnas em outubro e passou de 83 parlamentares para 46 a partir deste ano.

Por outro lado, a bancada empresarial que defende interesses de diversos setores manteve composição significativa na Câmara e no Senado, apesar de perder mais de 50 representantes. Os empresários passaram de 246 parlamentares para 190.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Pequenos cuidados previnem a dengue!


Centrais sindicais marcam para março atos contra MPS 664/665

As centrais sindicais organizam dois grandes atos para março contra as medidas provisórias 664 e 665, que dificultam o acesso a direitos trabalhistas e previdenciários. Nomeadas de “Jornada de Lutas”, os atos acontecem no dia 2 e 18. 

No dia 2 (segunda-feira), os protestos serão realizados em frente as superintendências regionais do Ministério do Trabalho e Emprego, nas capitais. Serão atividades para chamar a atenção da sociedade e mostrar que naquela data começa a vigorar a legislação que prejudica trabalhadores desempregados. Em 18 de março (quarta-feira), uma manifestação será organizada diante do Parlamento. O ato programa para o dia 26 foi cancelado.

Nepotismo não é legal!

Conselho Nacional de Justiça - CNJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...