.

.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Vacinação contra raiva animal vai até o dia 16/nov

A Campanha de Vacinação Contra Raia Animal 2014, realizada pela Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Vigilância e Controle de Zoonoses, prossegue na cidade até 16 de novembro. Este ano, são 141 postos de vacinação, sendo 92 fixos e 49 itinerantes. A meta é vacinar 46 mil animais (41 mil cães e 5 mil gatos).


Nesta sexta-feira (7), as equipes estarão nos bairros: Caxambu/Colônia, Jardim Carpas, Jardim Peliciari, Jardim Tarantella, Mato Dentro, Paiol Velho, Residencial Jundiaí II e Vivenda. No fim de semana, também haverá vacinação (confira a toda a programação no site).

Ilegalidade eticamente legítima!

*Saulo Ramos
"Durante a discussão dos planos Cruzado I e II, ouvi algo espantoso dos funcionários do Ministério da Fazenda, a turma da casa, que estava lá havia séculos. Quando nós, juristas, advertíamos que determinada medida era inconstitucional ou ilegal, eles respondiam com a demonstração de uma estatística fantástica;

 - Contra atos da Fazenda Nacional, apenas ingressam em juízo cerca de 30% dos prejudicados. A maioria, portanto, não reclama. Pode haver alteração para mais ou para menos, dependendo de dois fatores principais: 1) se a imprensa der destaque à ilegalidade, o que não acontece sempre, porque os jornalistas, em determinadas questões, passam batido; 2) se as quantias envolvidas não forem individualmente expressivas. E os que entram com ações contra a União levam cerca de dez anos para receber, o que adia o problema para os governos posteriores.

Meninos, eu vi! E várias vezes. Não é preciso registrar que, em muitas ocasiões, houve quebra-paus feios. Algumas vezes consegui demovê-los, em outras, fiquei vencido, porque existe no governo, em todos os governos, a mentalidade de que a ilegalidade em favor do Tesouro Nacional é eticamente legítima."

*José Saulo Pereira Ramos era o Consultor Geral da República à época dos planos
Livro: Códigos da Vida - Pág. 320, 2.ed, Planeta 2013

O que religião tem a ver com a sua vida profissional?

Muitas pessoas costumam ficar espantadas quando a gente faz essa pergunta e a gente nem deveria estranhar que a resposta da grande maioria seja “não tem nada a ver, cada um cuida da sua vida profissional – e pessoal – com base naquilo que crê”. “Porque não tem nada a ver?”, a gente poderia insistir na pergunta e daí poderia ouvir como resposta o ditado popular “religião, futebol e política não se discute”, pois, como vivemos em comunidade, temos que ter respeito às diversidades e preferências de cada membro do grupo.

Para mim parece válido aceitar o que diz o ditado e a postura das pessoas que querem evitar uma discussão para não ferir sentimentos das demais pessoas do grupo, “para não perder o amigo”, como dizemos. No entanto, uma resposta e reação simples, pronta e rápida talvez não signifique que o dito seja aplicável e verdadeiro.

Restringindo o meu foco e comentário somente à questão da religião eu diria que sim, quem tem uma religião poderia ter sua carreira altamente influenciada por ela. Tomando por base a maioria das religiões, em especial a cristã, como exemplo, o que poderia ser aproveitável para sua vida profissional?

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Verão pode trazer corte seletivo de luz

Fonte: Folha de SP
O Operador Nacional do Sistema (ONS) avisou na quinta-feira (30/10) a distribuidores e geradores que há risco de serem necessários cortes seletivos de energia para garantir o fornecimento durante os horários de pico, entre janeiro e fevereiro, quando há forte aumento no consumo de eletricidade.

Para manter os reservatórios em nível seguro e evitar apagões nos horários de pico, as usinas deixariam de fornecer energia de madrugada. Os cortes afetariam grandes centros urbanos do Sudeste, como Rio, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte e Vitória.

A medida pode ser necessária se as chuvas não forem suficientes para elevar os reservatórios ao nível de 30% em janeiro. Atualmente eles estão em 18,27%. No ano passado, neste período, estavam com 41,62% da capacidade.

Durante reunião do Programa Mensal de Operação (PMO), Francisco José Arteiro de Oliveira, diretor de Planejamento e Programação da Operação do ONS, afirmou que o órgão precisaria operar as usinas hidrelétricas de forma a prepará-las para os horários com maior demanda.

Para evitar quedas inesperadas do sistema, o ONS cortaria seletivamente parte do fornecimento na madrugada. Isso permite o aumento do volume de água nas represas.

Direitos da Saúde do Homem

Fonte: Conselho Nacional de Justiça

Campanha de vacinação contra pólio começa neste sábado 8/nov


Fonte/Foto: Portal/Facebook Prefeitura Jundiaí
A Secretaria de Saúde de Jundiaí realiza neste sábado (8) o “Dia D” da vacinação contra poliomielite nas 37 unidades da rede de saúde da cidade, que estarão abertas das 8h às 17h. Este ano, serão inclusas na campanha as vacinas contra sarampo e hepatite A - que entrou no calendário de vacinação da rede pública. Além das UBSs, haverá um posto de vacinação, apenas neste sábado, na Emeb Odila Richter, no Bom Jardim, das 8h30 às 11h.

Todas as crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 11 meses devem tomar a vacina contra a pólio. A dose contra sarampo é voltada para crianças entre 1 ano e 4 anos e 11 meses de idade. Já a vacina contra hepatite A é direcionada às crianças entre 12 e 23 meses de idade. A campanha de vacinação vai até 28 de novembro. 

Outra novidade na campanha deste ano é a inclusão da vacina contra hepatite A, que a partir de agora passa a ser oferecida no serviço público de saúde em todo o Estado. A vacina já está disponível na rede pública desde setembro, mas a ideia é intensificar a cobertura durante essa campanha. 

terça-feira, 4 de novembro de 2014

O câncer de próstata no Brasil

Fonte: Portal Novembro Azul

Mulheres aumentam rendimento e nível educacional; analfabetismo cai

Fonte: SPM/PR
Um panorama inédito sobre as mudanças na situação das mulheres brasileiras acaba de ser traçado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nas informações do Censo Demográfico de 2010 comparadas às de 2000.

De acordo com as Estatísticas de Gênero - Uma análise dos resultados do Censo Demográfico 2010, as mulheres vêm ganhando espaço no quadro socioeconômico do país. Elas estudam mais, contribuem mais com o rendimento familiar e aumentaram seu índice na condição de chefes de família. As mulheres tiveram ainda maior aumento relativo de rendimento médio entre 2010 e 2000: este cresceu 12,8%, enquanto o dos homens registrou 7,9%.

Trabalho - As mulheres que trabalham com carteira assinada representavam 51,4% em 2000 e chegaram a 57,9%, dez anos depois. O aumento de formalização foi identificado também quando se observa a questão de raça. As pretas e pardas passaram de 43,3% para 50,8% no mesmo período.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Maior escolaridade, maior a idade da mãe

O estudo “Saúde Brasil” do Ministério da Saúde mostra que a porcentagem de mulheres que espera chegar aos 30 anos para ter primeiro filho cresceu, sobretudo entre as que têm mais escolaridade.  Em dez anos, o índice saiu de 22,5%, em 2000, para 30,2%, em 2012, nesta faixa etária. No mesmo período, o percentual de mulheres com menos de 19 anos que tiveram filhos caiu de 23,5% para 19,3% no mesmo período.

A pesquisa informou que quanto maior a escolaridade, maior a idade da mãe no momento do parto. Entre as mulheres as com níveis mais elevados de instrução (12 anos ou mais de estudos), o nascimento do primeiro filho acontece com elevada frequência após a mãe completar 30 anos ou mais de idade (45,1%). Já entre as com menor período de educação, com até 3 anos de estudo (51,4%) ou com 4 a 7 anos de estudo (69,4%), mais da metade foram mães com menos de 20 anos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...