.

.

.

.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Jundiaí tem mais de 2,5 mil vagas para cursos a distância

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) está com vagas abertas para cursos gratuitos no modelo a distância (EAD). As disciplinas oferecidas reúnem temas complementares para todas as profissões, válidas para quem está trabalhando ou para quem busca colocação no mercado. As aulas são todas on-line e intuitivas, como garante a instituição.

Ao todo, são 13 cursos rápidos, com carga horária de 14 horas. A iniciativa tem o apoio da administração municipal, por meio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

odos os cursos oferecem certificado quando da conclusão dos estudos. O Senai abre 99 vagas por disciplina, o que totaliza 2574 vagas por mês. Atente-se às datas de fechamento das próximas turmas: 26 de julho a 29 de agosto e 9 de agosto a 9 de setembro. Serão até duas turmas por curso, todos os meses, até novembro.

O aluno precisa ter, no mínimo, 14 anos, Nível Fundamental, conhecimentos em Windows e Internet e acesso a computadores com conexão à internet, além de uma conta de e-mail pessoal.

Mais informações pelo telefone (11) 4523 6400. O Senai de Jundiaí fica na rua engenheiro Roberto Mange, 95, Anhangabaú.

Ministro do Trabalho e Previdência Social e centrais sindicais criam novo Grupo de Trabalho para discutir a reforma trabalhista


Fonte/Foto: CSB
Após o encontro das principais lideranças sindicais do País na Assembleia Nacional dos Trabalhadores/as pelo Emprego e pela Garantia de Direitos, a CSB e as centrais UGT, Força Sindical e Nova Central reuniram-se, nessa quarta-feira (27), com o ministro do Trabalho e Previdência Social, Ronaldo Nogueira, para debater pontos da reforma trabalhista. A reunião entre as entidades e o governo federal aconteceu em Brasília.

Com o objetivo de abrir o diálogo junto ao movimento sindical para a elaboração de propostas oficiais à retoma do desenvolvimento nacional e à redução do desemprego, temas como mudanças na legislação, prorrogação do Programa de Proteção ao Emprego (PPE) e o fortalecimento da negociação coletiva sobre a Consolidação das Leis do Trabalho foram colocados à mesa – ocasião em que também se deliberou a criação de um novo Grupo de Trabalho para o debate das três pautas.

De acordo com o vice-presidente da CSB, Sandro Jadir de Albuquerque, a iniciativa do Ministério (MTPS) é pertinente ao atual contexto econômico do Brasil, principalmente diante das ameaças de retiradas de direito propostas pelo patronato. Atualmente, mais de 11,4 milhões de brasileiros estão desempregados segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


quinta-feira, 28 de julho de 2016

Nota de falecimento

O sindicalista José Antônio Matias morreu nesta quinta-feira, 28 de julho, aos 57 anos, em Jundiaí/ São Paulo. Matias era secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulista (Sindpaulista), no qual atuava como dirigente desde 1999.

Matias foi um dos fundadores da Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários. Além disso, era um dos grandes defensores dos ferroviários paulistas e lutou pela valorização da categoria e conquista de direitos dos aposentados e pensionistas.

A CSB e o SEAAC de Jundiaí manifestam solidariedade e sinceras condolências aos familiares e amigos.

Fim do Programa Farmácia Popular é apenas boato

O boato sobre o possível fim do Programa Farmácia Popular tem ocasionado grande preocupação aos proprietários de farmácias e à população em geral. Segundo informações que circulam nos meios eletrônicos, o Governo Federal iria cessar o envio de verbas para esse fim. O rumor se tornou ainda mais forte com publicações de reportagens que diziam que os recursos durariam até agosto.


A Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) esclarece que, como já dito por diversas vezes por seu presidente Edison Tamascia, as notícias não passam de inverdades.

“Muito me preocupa a proporção que tomam esses tipos de informações, sem uma busca de checagem de fonte, pois o mercado farmacêutico estava em polvorosa. É fundamental esclarecer as informações. Posso afirmar que, como presidente de uma federação que reúne 8.800 farmácias, nunca fui informados de nenhuma possibilidade de término”, acrescenta Tamascia. Fato confirmado em contato com a assessoria do Ministério da Saúde.



Segundo a assessoria, as informações surgiram sem que houvesse nenhum fato concreto, servindo apenas para ocasionar confusão. Sobre reportagens sobre falta de verbas, a assessoria informou que realmente ocorreu um problema de contingenciamento, contudo, já foi resolvido entre o ministro da Saúde e a presidência da República.

Trabalhador menor de idade

Fonte: Conselho Nacional de Justiça - CNJ

terça-feira, 26 de julho de 2016

Centrais sindicais se unem para reivindicar manutenção de direitos trabalhistas


Fonte/Foto: Ag. Brasil
Dirigentes das seis principais centrais sindicais do país se uniram hoje (26), na capital paulista, para uma assembleia nacional em que foram debatidas estratégias de garantia da manutenção de direitos trabalhistas. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse, no último dia 20, que o presidente interino Michel Temer vai encaminhar a reforma trabalhista ao Congresso Nacional até o fim deste ano e a flexibilização deve atingir a questão salarial e a jornada de trabalho.

As centrais sindicais concordam que uma greve geral ou de categorias é possibilidade no caso de confirmação de perdas de direitos. No dia 16 de agosto, o movimento sindical fará o Dia Nacional de Luta nas capitais brasileiras. Participaram da assembleia de hoje, membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

Novo prazo para trabalhador sacar PIS/Pasep começa dia 28

Fonte: Ag Brasil
Um novo prazo para os trabalhadores que não conseguiram sacar o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014 terá início na próxima quinta-feira (28). O período de saque será de um mês e termina no dia 31 de agosto, informou hoje (25) o Ministério do Trabalho.

PIS/Pasep é a sigla do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que são contribuições sociais devida pelas empresas.

A prorrogação para os trabalhadores que perderam o prazo foi anunciada no início do mês pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Na ocasião, ele destacou que mais de 1 milhão de trabalhadores perderam o prazo, encerrado no fim de junho. A expectativa é que mais de R$ 800 milhões sejam injetados na economia neste ano caso todos os trabalhadores que têm o direito ao abono PIS/Pasep ano-base 2014 saquem os valores liberados.

No mesmo dia, também começa a ser pago o abono, ano-base 2015. Quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício neste ano (2016) e os nascidos entre janeiro a junho, no primeiro trimestre de 2017. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2017, prazo final para o recebimento.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

Para combater o racismo, o machismo e a violência, a Marcha das Mulheres Negras de São Paulo saiu às ruas da capital paulista hoje (25) reunindo ONGs e coletivos que lutam por igualdade racial e pelos direitos das mulheres.

A iniciativa celebra o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, instituído em 1992 no 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, que teve como proposta dar visibilidade à luta de mulheres negras no continente.

Além das pautas mencionadas, elas também protestam contra retrocessos na questão da igualdade racial promovidos pelo governo interino de Michel Temer, que retirou status de ministério da Secretária Especial de Política de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), agora alocada com menor autonomia no Ministério da Justiça. As mulheres negras também lutam por liberdade sexual e contra lesbofobia.

Essa edição da Marcha das Mulheres Negras também presta homenagem à Tereza de Benguela, que liderava o quilombo Quariterê, no Mato Grosso, em meados do século 18.

O debate é sobre como superar divergências ideológicas, partidárias, geracionais e de gênero na busca por unidade em defesa dos direitos das mulheres negras.

Assédio, NÂO!

Fonte: Conselho Nacional de Justiça - CNJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...